domingo, dezembro 30, 2012

O Último dos Moicanos


Resenha feita para a cadeira História dos Estados Unidos da América, ministrada pelo professor Dr. Cesar Augusto Barcellos Guazzelli, na UFRGS.

O Último dos Moicanos (1992)[1]
The Last of the Mohicans 
112 min  -  Ação | Aventura | Romance  -  25 de setembro de 1992 (Estados Unidos)
Direção: Michael Mann
Roteiro: Michael Mann e Christopher Crowe, baseado no roteiro de 1936 de Philip Dunne a partir da adaptação de John L. Balderston, Paul Perez e Daniel Moore do romance de James Fenimore Cooper 
Atores principais Daniel Day-Lewis, Madeleine Stowe e Russell Means 

  
Um destacamento liderado pelo Major Duncan Heyward (Steven Waddington) é atacado por um grupo de índios Hurons, aliados dos franceses. Cora (Madeleine Stowee) e Alice (Jodhi May), filhas do Coronel inglês Edmund Monro (Maurice Roëves), são salvas por três homens que perceberam a movimentação dos indígenas antes do ataque. 

Esses três heróis são Nathaniel Bumppo, ou Hawkeye (Daniel Day-Lewis), um homem branco, que foi criado pelo índio moicano Chingachgook (Russel Means) — outro membro do trio. Com os dois estava Uncas (Eric Scheweig) filho de Chingachgook. 

quinta-feira, dezembro 20, 2012

Era vitoriana, por Bertrand Russell

"A Era Vitoriana, apesar de todas as suas mistificações, foi uma época de rápido progresso, na medida em que os homens eram dominados mais pela esperança que pelo medo. Para que possamos novamente progredir, precisamos uma vez mais nos deixar dominar pela esperança."


A liberdade guiando o povo



A Liberdade Guiando o Povo 
La Liberté guidant le peuple
Eugène Delacroix 

Uma homenagem à Revolução de 1830.

   

terça-feira, junho 12, 2012

Alexandre de Laborde


Comte Louis-Joseph-Alexandre de Laborde (17 September 1773 – 20 October 1842) was a French antiquary, liberal politician and writer, a member of the Académie des Sciences morales et politiques (1832), under the rubric political economy.

Étienne Geoffroy Saint-Hilaire


Étienne Geoffroy Saint-Hilaire (15 de Abril de 1779 — 19 de Junho de 1844) foi um naturalista francês. Ele é pai do zoólogo francês Isidore Geoffroy Saint-Hilaire.. Naturalista francês, nascido em Étampes, Seine-et-Oise, próximo à Paris, considerado o fundador da teratologia, ramo da medicina que estuda as malformações congênitas. Após desistir da carreira eclesiástica, estudou ciências naturais e graduou-se em direito, quando então conheceu o famoso naturalista Louis Daubenton, que o convenceu a estudar medicina e a dedicar-se à pesquisa científica. Nomeado para a cátedra de Zoologia no Museu de História Natural (1793), publicou Histoire des Makis, ou singes de Madagascar (1798), em que expressou pela primeira vez suas idéias sobre a unidade da composição orgânica. Ao contrário do naturalista francês Georges Cuvier, seu contemporâneo, o qual defendia que as espécies animais não haviam mudado desde a criação, ele acreditava na mutação das espécies, antecipando-se na teoria, às famosas teorias de Darwin. Integrou a comissão científica de Napoleão ao Egito (1798), onde coletou grande número de espécimes e fundou o Instituto do Cairo. De volta a Paris, foi eleito membro da Academia de Ciências, que mais tarde passou a presidir. Nomeado catedrático de zoologia da Sorbonne (1809) passou a se dedicar aos estudos de anatomia comparada, porém acometido de cegueira, teve que abandonar suas atividades científicas, acadêmicas e administrativas (1840) pouco antes de sua morte, em Paris. Sua obra principal, Philosophie anatomique (1818-1822) gerou uma intensa polêmica com Cuvier. Como alguns de seus conceitos, no entanto, vêm sendo comprovados pela ciência moderna, é considerado o fundador da Embriologia.


Denis Foyatier


Denis Foyatier (21 September 1793 at Bussières, Loire – 19 November 1863 at Paris) was a French sculptor in the neoclassical style.




Statue de Jeanne d'Arc sur la place du Martroi à Orléans par Denis Foyatier.  

Spartacus, Louvre par Denis Foyatier



sábado, junho 09, 2012

FRANCISCO DE SALLES  TORRES HOMEM

casimir broussais

Alphonse de Lamartine


Alphonse Marie Louis de Prat de Lamartine (Mâcon21 de outubro de 1790 - Paris28 de fevereiro de 1869) foi um escritorpoeta e político francês. Seus primeiros livros de poemas (Primeiras Meditações Poéticas1820 e Novas Meditações Poéticas1823) celebrizaram o autor e influenciaram o Romantismo na França e em todo o mundo.

Biografia

Filho de um conceituado capitão de cavalaria, Lamartine foi estudar em Lyon, voltando-se, desde a adolescência, para a poesia, com leituras de Horácio, Virgílio e Chateaubriand. Da educação de sua mãe, recebeu a dieta alimentar que, segundo nos parece por meio desta citação de Confidências (1854), o autor foi por toda vida vegetariano: “Minha mãe estava convencida, assim como foi sempre a minha convicção, de que matar os animais para nos sustentarmos com a sua carne e o seu sangue é uma das mais deploráveis e das mais vergonhosas enfermidades da condição humana; que é uma dessas maldições lançadas sobre o homem pelo endurecimento da sua própria perversidade.”
Em 1820 lançou seu primeiro livro, "Meditações" (Les méditations), inspirado num breve amor por Julie Charles, que morreu prematuramente.
Aclamado pela crítica, ingressou na carreira diplomática, o que lhe proporcionou viagens para Nápoles, Florença e Londres.
Frustrado, com a ascensão de Luís Filipe ao trono da França, em sua intenção de ingressar na carreira diplomática, retornou à poesia comHarmonias Poéticas e Religiosas (1830), Jocelyn (1836) e A Queda de um Anjo (1838).
Foi membro do governo provisório e ministro do Exterior em 1848. Depois de sua malsucedida candidatura às eleições presidenciais, escreveu apenas narrativas autobiográficas, terminando a vida em difícil situação financeira.
No fim da vida, o governo o socorre com uma renda vitalícia de 21 mil francos, a título de recompensa nacional. Lamartine morre em 1869, em uma casa que lhe fora doada.
"Admiramos o mundo através do que amamos." - Alphonse de Lamartine.
Foi colaborador da revista Le Conservateur Littéraire.




MICHAUD


Joseph-François Michaud (1767-1839) - Historiador Francês

Né à Bourg-en-Bresse, le 19 juin 1767.

Presidente do Instituto Histórico de Paris.




















Correspondance D' Orient 1830-1831